8 receitas tipicamente brasileiras para saborear em casa

O Brasil possui uma vasta culinária, rica em cores e sabores! Por isso, neste post, você confere 08 receitas incríveis para viajar Brasil a fora através do seu paladar!

Churrasco e Grelhados

Atualizado em 06/10/2021

Feijoada - Receitas tipicamente brasileiras

Êêê Brasilzão!

Essa terra que possui tanta cultura e arte, engloba uma diversidade gigante de tradições. Cada canto do Brasil tem seu jeitinho próprio de ser e isso influencia diretamente na gastronomia de cada região. 

É muito natural que cada canto do país busque utilizar em sua culinária típica produtos locais e como o Brasil é muito grande e possui diversos biomas, isso faz com que tenhamos vários pratos tipicamente brasileiro, bem diferentes um dos outros, mas todos bem saborosos e nutritivos.

Para celebrar essa diversidade resolvemos fazer uma seleção de pratos tipicamente brasileiros para você conhecer e provar!

Vamos às receitas?

Feijoada

Foto: Divulgação/Panelinha

Vamos começar com a queridinha de todas as quartas-feiras e sábados!

Ingredientes para a dessalga da carne

  • 1,1 kg de costela de porco salgada (1 peça com 12 ripas)
  • 800 g de carne-seca
  • 600 g de lombo de porco salgado

Ingredientes para a feijoada

  • 1 kg de feijão-preto
  • 500 g de paio (4 unidades)
  • 3 cebolas
  • 5 dentes de alho
  • ¼ de xícara (chá) de azeite
  • 3 folhas de louro
  • 1 colher (chá) de cominho em pó

Modo de preparo da dessalga

  1. Comece o preparo da feijoada no dia anterior para dessalgar as carnes. Descarte o excesso de gordura das peças. Corte o lombo e a carne-seca em cubos médios de cerca de 3 cm. Apoie a peça de costelinha na tábua e corte a carne entre os ossinhos para separar as ripas. 
  2. Coloque cada tipo de carne numa tigela grande, cubra com bastante água e leve à geladeira. Deixe de molho por 24 horas para dessalgar, trocando a água a cada 3 horas, de preferência. 

Modo de preparo da feijoada

  1. Coloque o feijão numa peneira e lave bem sob água corrente. Transfira os grãos para uma tigela grande e cubra com 2,5 litros de água – se algum boiar, descarte. Cubra com um prato e deixe de molho por 30 minutos – se o feijão ficar muito tempo de molho pode perder a cor e desmanchar durante o longo cozimento da feijoada. Enquanto isso, faça o pré-cozimento das carnes.
  2. Escorra a água das carnes dessalgadas e transfira para um caldeirão grande (ou panela) com capacidade para 11 litros. Cubra as carnes com água e leve ao fogo alto – cerca de 4 litros bastam, a quantidade pode variar de acordo com o tamanho da panela, o importante é que as carnes devem ficar completamente imersas. Deixe cozinhar por 10 minutos em fogo alto, contados após a fervura – o pré-cozimento elimina o excesso de gordura e sal das carnes.  
  3. Enquanto isso, descasque e pique fino as cebolas e os dentes de alho. Com uma faca pequena, retire a pele dos paios. Escorra a água do feijão. 
  4. Passados os 10 minutos, com uma escumadeira, transfira as carnes pré-cozidas para uma tigela grande e descarte a água do cozimento, com cuidado para não se queimar.
  5. Volte o caldeirão ao fogo alto. Quando aquecer, regue com o azeite, adicione a cebola e tempere com uma pitada de sal. Refogue por cerca de 8 minutos até começar a dourar. Junte o alho, o cominho, as folhas de louro e mexa por 1 minuto para perfumar. 
  6. Acrescente o feijão demolhado ao refogado e misture bem. Adicione 6 litros de água e mantenha a panela em fogo alto. Assim que começar a ferver, junte a carne-seca e a costelinha pré-cozidas, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 2 horas, mexendo de vez em quando. 
  7. Após as primeiras 2 horas de cozimento, junte o lombo pré-cozido e os paios inteiros. Deixe cozinhar em fogo baixo por mais 3 horas, mexendo de vez em quando delicadamente para não desmanchar os grãos de feijão. 
  8. Faltando 30 minutos para o fim do cozimento, com uma pinça, transfira os paios para a tábua e corte cada um em fatias de 1 cm, na diagonal. Volte as fatias para a panela e deixe cozinhar até completar as 5 horas de cozimento total, ou até que as carnes estejam bem macias e o caldo da feijoada comece a engrossar. Sirva com arroz, couve refogada, gomos de laranja e farinha de mandioca torrada. 

Fonte: Panelinha

Se você quer conhecer alguns outros tipos de preparos da feijoada, dá uma olhadinha nessas 3 receitas de feijoada inesquecíveis para fazer em casa, você vai adorar!

Moqueca de peixe

Os baianos e os capixabas disputam bastante de quem realmente é a Moqueca, mas não precisamos entrar nesta discussão, porque o que a gente quer mesmo é comer!

Ingredientes

  • 15 postas de robalo 
  • 5 dentes de alho picados
  • 200g de cebola pêra
  • 200g de tomate débora
  • 800 ml de leite de coco 
  • 300 ml de azeite de dendê 
  • 200g de pimentão vermelho 
  • 200g de pimentão verde 
  • Pimenta de cheiro (bode) a gosto 
  • 150 ml de azeite de oliva comum 
  • Coentro fresco
  • Sal a gosto

Modo de preparo

  1. Lave as postas de robalo em água corrente. Em seguida, seque e tempere com sal, coentro e o alho picado. Reserve. 
  2. Corte o tomate, a cebola e os pimentões em rodelas. 
  3. Numa panela de barro distribua o azeite de oliva. 
  4. Arrume em camadas, alternando os vegetais com o peixe, finalizando com o leite de coco e o azeite de dendê. 
  5. Leve ao fogo alto até a panela ferver. 
  6. Abaixe o fogo, tampe a panela e cozinhe até que o peixe esteja macio ao toque do garfo. 
  7. Acrescente a pimenta de cheiro picada e acerte os temperos.

Fonte: Paladar Estadão

Acarajé

Foto: Divulgação/Tastemade

Chegou no aeroporto de Salvador? Então já procura uma baiana daquelas vestidas do jeito tradicional e prova essa iguaria. Porque uma acarajé igual de lá, dificilmente você vai achar.

Ingredientes

  • 500g de feijão fradinho
  • 1 cebola + 1 cebola + ½ cebola com casca
  • Sal a gosto
  • 3 xícaras de azeite de dendê
  • 250g de camarão seco
  • 1 L de leite de coco
  • 50g de amendoim torrado e sem pele
  • 75g de castanha-de-caju
  • 1 xícara de farinha de mandioca torrada
  • Gengibre ralado a gosto
  • Azeite de dendê a gosto
  • Camarões grelhados para servir na finalização

Modo de preparo

  1. Bater o feijão no processador para quebrar o grão.
  2. Dispor em um recipiente e cobrir com água fria até o dobro do volume de feijão.
  3. Retirar as cascas que vão boiar com auxílio de uma peneira.
  4. Deixar de molho por 8 horas. Escorrer a água.
  5. Bater o feijão e a cebola no processador até virar uma pasta.
  6. Dispor em um recipiente, temperar com sal e bater com uma colher de pau até dobrar de volume.
  7. Esquentar o azeite de dendê e dispor uma cebola inteira dentro para que não ultrapasse a temperatura ideal para a fritura.
  8. Dispor colheradas da mistura no azeite e deixe dourar dos dois lados
  9. Bater no liquidificador o camarão seco, o leite de coco, o amendoim, a castanha de caju, a cebola, a farinha de mandioca e o gengibre.
  10. Passar o creme para uma panela e acrescentar um pouco de sal.
  11. Cozinhar em fogo médio mexendo o tempo todo para não embolar.
  12. Quando estiver quase cozido colocar gotas do dendê, somente o suficiente para dar cor e sabor ao vatapá.
  13. Mexer até desgrudar do fundo da panela.
  14. Servir o acarajé com o vatapá, vinagrete e camarão.

Fonte: Tastemade

Pato com Tucupi

Foto: Divulgação/Alexandre Schneider

O Pato com Tucupi é um prato muito típico do Pará e é famoso por dar uma leve adormecida na boca, por conta da folha de jambu. 

Ingredientes

  • 1 pato inteiro, com cerca de 1,5 kg
  • 1 cebola em cubos
  • 1 cenoura em rodelas
  • 1 alho-poró em rodelas
  • 1 talo de salsão em rodelas
  • 1 folha de louro
  • 1 ramo de tomilho
  • 800 ml de vinho branco
  • Sal e pimenta-do-reino

Caldo do pato

  • 1 carcaça de pato
  • 1 cebola em cubos
  • 1 cenoura em rodelas
  • 1 alho-poró em sodelas
  • 1 ramo de tomilho
  • 80 ml de óleo de canola

Caldo do Tucupi

  • 800 ml de tucupi
  • 300 ml de caldo de pato (acima)
  • 1 maço de jambu limpo (só as folhas)

Modo de preparo

Caldo do pato

  1. Asse a carcaça de pato no forno a 200ºC, até ficar dourada.  
  2. Refogue, em uma panela grande, a cebola, a cenoura, o alho-poró, o salsão e o tomilho no óleo de canola.  
  3. Junte a carcaça ao refogado, cubra com 1 litro de água, tampe a panela e leve para ferver por cerca de 40 minutos. 
  4. Coa o caldo, separe a quantidade indicada para a receita e o o restante pode ser congelado por até 3 meses. 

Pato

  1. Faça uma marinada com a cebola, a cenoura, o alho-poró, o slasão, o louro, o tomilho e o vinho, acresente o sal e a pimenta-de-reino e o pato. Deixe o pato marinar nesse molho por 24 horas na geladeira.  
  2. Retire o pato da geladeira, espere voltar à temperatura ambiente, e asse em forno a 160ºC por cerca de 1h40, até a carne ficar macia e cozida. Desosse o pato. 
  3. Em uma panela, ferva o tucupi com o caldo de pato. 
  4. Adicione o pato desossado ao caldo para aquecer com as folhas de jambu.  
  5. Sirva com farinha d’águaou farinha de mandioca. 

Fonte: Paladar Estadão

Tacacá

Foto: Divulgação/Prazeres da Mesa

Que tal viajar um pouquinho na Amazônia e provar um tacacá?

Ingredientes

  • 1 litro de tucupi
  • 1 dente de alho amassado
  • 10 camarões secos médios ou 20 camarões secos menores (sem a cabeça)
  • 250 g de goma de mandioca
  • 1 l de água
  • ½ maço de jambu
  • 4 folhas de chicória-do-Pará
  • 1 pimenta-de-cheiro amazônica

Modo de preparo

  1. Leve ao fogo brando o tucupi, o alho, a chicória e a pimenta;  deixe ferver por 20 minutos.  
  2. Em outra panela cozinhe as folhas de jambu por 5 minutos – escorra e reserve. 
  3. Afervente o camarão seco – escorra e reserve. 
  4. Em outra panela, dilua a goma em 1 l de água fria e leve ao fogo brando, mexendo sem parar até engrossar e adquirir transparência  
  5. Sirva em cuias: coloque um pouquinho de tucupi, a goma e mais tucupi. A proporção é de 70% de tucupi e 30% de goma  
  6. Finalize com folhas de jambu e 1 camarão seco    
  7. Sirva bem quente!

Fonte: Paladar Estadão

Baião de dois

Foto: Divulgação/Panelinha

Comida nordestina é uma delícia e o baião de dois é só um dos vários pratos desta região.

Ingredientes

  • 500 g de carne-seca
  • 1 xícara (chá) de feijão-fradinho
  • 1 xícara (chá) de arroz
  • ½ cebola picada fino
  • 1 colher (sopa) de azeite (ou óleo)
  • ½ colher (chá) de sal
  • 1 folha de louro

Modo de preparo

  1. Corte a carne-seca em cubos grandes de cerca de 7 cm – este tamanho é ideal para dessalgar a carne sem tirar completamente o sal e também para desfiar de um tamanho uniforme. Coloque numa tigela e lave em água corrente. 
  2. Cubra os cubos de carne com 5 xícaras (chá) de água fria. Cubra a tigela com um prato (ou filme) e deixe na geladeira por 24 horas – troque a água pelo menos uma vez durante este período. 
  3. Escorra a água e transfira a carne para a panela de pressão. Complete com água até a metade da panela, tampe e leve ao fogo médio. Assim que a panela começar a apitar, diminua o fogo e deixe cozinhar por 20 minutos. Desligue o fogo e espere toda a pressão sair antes de abrir (você pode colocar um garfo sob a válvula par acelerar o processo, mas isso encurta o tempo de vida da panela). 
  4. Despreze a água do cozimento, junte o feijão-fradinho e repita o passo anterior, mas dessa vez deixe cozinhar por apenas 10 minutos. Atenção: o feijão não pode cozinhar demais e desmanchar. Após os 10 minutos de cozimento, desligue o fogo e, com um garfo, levante a válvula para tirar a pressão da panela. 
  5. Com uma pinça, transfira os cubos de carne para um prato e desfie com dois garfos – descarte os pedaços maiores de gordura. Sobre uma tigela, passe o feijão por uma peneira e reserve a água do cozimento. 
  6. Leve ao fogo médio uma panela média. Quando aquecer, regue com o azeite e acrescente a cebola. Tempere com o sal e refogue por cerca de 2 minutos, até murchar. Acrescente o arroz e mexa bem por cerca de 1 minuto para envolver todos os grãos com o azeite. 
  7. Meça 2 xícaras (chá) da água do cozimento reservada e regue sobre o arroz. Junte a folha de louro, misture e deixe cozinhar em fogo médio. Assim que a água começar a secar e atingir o mesmo nível do arroz, diminua o fogo e tampe parcialmente a panela. Deixe cozinhar até o arroz absorver toda a água – para verificar, fure o arroz com um garfo e afaste alguns grãos do fundo da panela. 
  8. Desligue o fogo e mantenha a panela tampada por 5 minutos para que os grãos terminem de cozinhar no próprio vapor. Enquanto isso, prepare o refogado.

Fonte: Panelinha

Arroz com Pequi

Foto: Divulgação/CyberCook

Goiânia é a terra do pequi, então nada melhor do que arroz com pequi para representar o estado

Ingredientes

  • 6 unidades de pequi
  • 2 colheres (sopa) banha de porco
  • 3 dentes de alho
  • 1 unidade de cebola
  • 2 xícaras (chá) de arroz
  • 4 xícaras (chá) de água
  • Sal a gosto
  • 2 colheres (sopa) de cheiro-verde

Modo de preparo

  1. Tire as cascas dos pequis e coloque-os numa panela junto com a banha, o alho e a cebola.
  2. Leve ao fogo brando e refogue, mexendo sempre, até o alho e a cebola ficarem dourados.
  3. Acrescente o arroz e frite um pouco.
  4. Junte a água, tempere com sal a gosto, e cozinhe até o arroz ficar macio e a água secar.
  5. Tire do fogo, polvilhe com cheiro verde e leve à mesa.

Fonte: Cybercook

Virado à paulista

Foto: Divulgação/Claudia

Quem é paulistano sabe que só quem uma coisa mais paulistana que o paulista, o virado à paulista.

Ingredientes

  • 3 colheres (sopa) de farinha de milho
  • 1 colher (sopa) de farinha de mandioca
  • 4 conchas de feijão cozido com o caldo
  • 50g de bacon cortado em cubinhos
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 cebola pequena bem picada
  • Pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Acompanhamentos

  • 6 bistequinhas de porco grelhadas
  • 3 gomos de linguiça toscana fritos
  • 2 maços de couve cortados finamente e passados rapidamente na frigideira
  • 6 ovos fritos
  • 100g de tiras de bacon fritas (ou torresmo)
  • Arroz branco

Modo de preparo

  1. Misture as duas farinhas e umedeça-as um pouco com as mãos molhadas. Reserve. 
  2. Bata, no liquidificador, metade do feijão cozido com o caldo. Reserve. 
  3. Frite o bacon até ficar dourado, adicione o alho e também deixe dourar. Em seguida, refogue a cebola. 
  4. Na mesma panela, agregue o feijão batido e a outra metade com os grãos inteiros. 
  5. Deixe ferver e adicione aos poucos as farinhas, mexendo sem parar, até dar o ponto de pasta bem mole (depois de amornar, ela engrossa muito). Salpique a pimenta-do-reino. 
  6. Sirva com os ingredientes do acompanhamento.

Fonte: Paladar Estadão

Conclusão

Com essas receitas brasileiras, você vai conseguir viajar um pouco pelo território brasileiro e conhecer os sabores de algumas culturas.

Agora me fala! Qual dessas receitas você já tinha provou e qual você ficou com mais vontade de provar?

Depois de comentar, aproveita para compartilhar com aquele(a) amigo(a) que adora provar receitas diferentes!

Até a próxima!

Deixe uma resposta